sexta-feira, 30 de setembro de 2011

A arte da mescla de grãos

Mesclar grãos de café de diferentes origens e espécies resultou numa arte apreciada pelo paladar e olfato, chamada blend.


Esta mistura fez que o mercado de café se difundisse ao redor do mundo, na busca de ocupar um lugar de prestígio determinando usos e costumes.

Para fazer um blend, os diversos grãos são torrados por separado, após isso se procedeu a mistura propriamente dita.

Os árabes foram os detentores do monopólio de café por longos anos até a sua introdução na Europa, continente que logo passou a cultivá-la e fundí-la.

Deve-se aos Italianos a invenção do expresso, resultante do uso de pressão da água para extrair a bebida através da máquina. Esta maneira particular revolucionou o mercado e método de preparação.

O tempo da torrefação do café varia e depende dele, o teor de amargor e o nível de acidez presente, na qual poderá ser trabalhada amenizando-a ou acentuando-a, como o café proveniente da Colômbia ou da Quênia. No Brasil o café tem pouca acidez e um acentuado sabor doce.

A fórmula dos blends é guardada em segredo pelos fabricantes, passadas de gerações para gerações, o que fez deste método uma verdadeira arte.

O melhor blend se apresenta marcante, doce e com um mínimo de amargor.

Aguce o paladar, saboreie um blend e descubra novos e doces sabores desses maravilhosos grãos da natureza, o café.


Começe o día com uma gostosa xícara de café


Deliciosa versão de café com creme


Tradicional combinação de café com pãozinho


Uma xícara de café é a companhia ideal para a hora da leitura

2 comentários:

  1. Kinha querida, assim como você também acho o mesmo, viva o cafezinho!!!
    Beijos
    Martha Galli

    ResponderExcluir

Você provavelmente vai gostar também de:

Related Posts with Thumbnails